Fantástico Passa Por Vexame Histórico E Tem Pior Audiência De 2024
Crise de audiência persistente: Fantástico enfrenta baixos índices no Ibope
O Fantástico, emblemático programa da Globo, enfrenta uma crise de audiência persistente, como revelam os dados recentes de ibope. Desde o final de maio, o programa tem lutado para superar os 16 pontos de audiência, consistentemente registrando números abaixo do esperado. Na última edição, o programa não apenas falhou em superar seus predecessores na programação, mas também marcou um de seus piores desempenhos históricos em 2024.
Segundo os números consolidados de audiência da Grande São Paulo, obtidos pelo TV Pop junto a fontes do mercado, a edição de domingo do Fantástico alcançou apenas 14,4 pontos de média. Esse resultado representa o ponto mais baixo do Show da Vida neste ano e a pior performance desde o último dia de 2023, historicamente conhecido por índices de audiência desfavoráveis em todas as emissoras. No mesmo intervalo de tempo, o programa registrou apenas três décimos a mais do que plataformas de conteúdo não medido pelo Ibope.

Recentemente, o Fantástico perdeu sua posição para a Record, com o Programa Silvio Santos retomando a vice-liderança isolada. Outros programas, como a Hora do Faro e o Geral do Povo, também enfrentaram quedas significativas em suas audiências.
Durante boa parte de sua extensa duração, o Fantástico ficou atrás de métricas que agregam índices de plataformas de streaming, DVDs, câmeras de segurança, videogames e outros serviços não medidos regularmente pelo Ibope, totalizando uma média de 14,1 pontos de audiência. Entre as 20h44 e 23h36, apenas 26,5% dos televisores na principal metrópole do país estavam sintonizados no programa.

Além dos desafios de audiência, o Fantástico enfrentou a ausência de suas apresentadoras titulares, Maju Coutinho e Poliana Abritta, substituídas por Ana Paula Araújo devido a compromissos profissionais e pessoais. Essa mudança reflete uma estratégia da Globo de não escalar reservas na ausência dos titulares, algo que já se tornou menos comum desde que as apresentadoras passaram a frequentemente apresentar o programa sozinhas.

Em resumo, a última edição do Fantástico marcou um ponto baixo significativo em sua história recente, refletindo desafios tanto de audiência quanto de gestão de equipe.

PARCEIROS: